Oficiais do Exército visitam Tucumã e transmitem orientação técnica para Junta Militar do município

Oficiais do Exército visitam Tucumã e transmitem orientação técnica para Junta Militar do município


Envie um link

"O objetivo da visita foi a conferência do material existente na Junta de Tucumã e o repasse de orientações técnicas para os servidores, referente ao Sistema de Alistamento Militar, que vem sofrendo mudanças constantes. "


Notícias, publicado em 06/06/2019

A Junta de Serviço Militar é responsável pela emissão de documentos pertinentes ao Exército Brasileiro e a regularização da situação militar.

Roney Braga Wydiamaior/ Assessor de Comunicação do Governo de Tucumã/ Fotos/ Colaboração/ Juscelino Menezes.

 

A Prefeitura de Tucumã recebeu, na tarde desta quarta -feira (05), a visita do 1º Tenente Anderson, Sub - Tenente Massaine e do Tenente Marcos do  52º Batalhão de Infantaria de Selva e que são integrantes do Posto de Recrutamento e Mobilização (PRM - 08003) da cidade de Marabá ao qual estão subordinados a 8º região militar de Belém .

 

Os oficiais, todos integrantes do Posto de Recrutamento e Mobilização (PRM) 08-003, de Marabá, foram recepcionados no município de Tucumã pelo o servidor público, José Carlos,  secretário da 121º Junta do Serviço Militar e Identificação Civil e Criminal de Tucumã.  

 

O objetivo da visita foi a conferência do material existente na Junta de Tucumã e o repasse de orientações técnicas para os servidores, referente ao Sistema de Alistamento Militar, que vem sofrendo mudanças constantes. Em entrevista para a imprensa local O comando elogiou a estrutura da Junta e a qualidade dos trabalhos ofertados porém algumas recomendações com relação a estrutura física será levada ao conhecimento do chefe do poder executivo. " Nos nessa oportunidade verificamos a situação da junta, desde as instalações físicas até a documentação que é feita no local, e repassar orientações essenciais. A gente vem salientar também, nesta visita, a importância do cidadão buscar o alistamento e de estar em dia com a sua situação militar, no caso aqui de Tucumã o jovem recebem o Certificado de Dispensa de Corporação".    

 

José Carlos, responsável pelo Departamento Integrado de Documentação,  disse ter ficado bastante contente com a visita e com as orientações transmitidas pelos oficiais. O secretário ainda salientou a importância da Junta do Serviço Militar para a formação do cidadão. “O serviço militar sem sombra de dúvidas agrega muito para a formação do jovem, dando valores éticos e morais, o que o faz interagir melhor com a sociedade”, pontuou José Carlos.

 

Ainda, o secretário da Junta Militar de Tucumã afirmou que a prefeitura está de portas abertas para tornar os trabalhos da Junta o máximo eficiente e destacou que muitas informações erradas são divulgadas com relação ao alistamento de jovens do município que são automaticamente dispensados.

 

A Junta de Serviço Militar é responsável pela emissão de documentos pertinentes ao Exército Brasileiro e a regularização da situação militar. A instituição presta outros serviços como dispensa e adiamento de incorporação, inserção e eximição do serviço militar, seleção, serviço alternativo ao serviço militar, recusa e prestação de serviço militar obrigatório, reaquisição de direitos políticos, preferenciamento e transferência de forças armadas, unificação do alistamento, reabilitação, retificação dos dados e opção de nacionalidade.

 

Alistamento


O alistamento militar deve ser realizado nos primeiros seis meses (de 2 de janeiro até o último dia útil de junho) do ano ao completar 18 (dezoito) anos de idade. Após essa data, o brasileiro alistado será encaminhado à seleção geral que será realizada no próximo ano.



Documentos exigidos

 


• certidão de nascimento e documento de identidade. No caso de brasileiro naturalizado ou por opção, a prova de naturalização ou certidão do termo de opção;
• comprovante de residência ou declaração firmada pelo alistando ou por procurador bastante;
• 01 (uma) fotografia 3x4 (recente, de frente e sem retoques).

Conforme a 12.037, de 1º de outubro de 2009, podem ser aceitos como documento de identidade (todos dentro de sua validade):


• carteira de identidade;


• carteira de trabalho;


• carteira profissional;


• passaporte;


• carteira de identificação funcional;


• outro documento público que permita a identificação do alistado.