Secretaria de Meio Ambiente alerta munícipes para os riscos de queimadas em Tucumã

Secretaria de Meio Ambiente alerta munícipes para os riscos de queimadas em Tucumã


Envie um link

"Queimadas em área urbana e rural são caracterizadas como crime ambiental. O proprietário de terrenos urbanos que colocarem fogo em folhas, lixo ou madeiras, pode ser multado."


Notícias, publicado em 01/08/2018

O poder público de Tucumã vem cumprindo o seu papel, contudo a responsabilidade é de todos, pois se trata de interesse e bem estar coletivo.

Com Informações de Roney Wydiamaior

 

Queimadas em área urbana e rural são caracterizadas como crime ambiental. O proprietário de terrenos urbanos que colocarem fogo em folhas, lixo ou madeiras, pode ser multado.

 

A prefeitura de Tucumã através da Secretaria de Meio Ambiente, Turismo e Indústria informa que queimadas em área urbana e rural, sejam de resíduos, ou de lotes para limpeza, assim como em propriedades rurais são caracterizadas como crime ambiental passivo de autuação.

Na manhã desta quarta-feira dia (01) em entrevista ao um programa de rádio, o Secretário de Meio Ambiente, Clarismar Oliveira, apontou os problemas enfrentados pela a administração municipal nesta época de seca, e alerta que quem colocar fogo em quitais, terrenos baldios ou em propriedades rurais estará sujeito á multas pelos os órgãos fiscalizadores ambientais tanto do governo do Estado como do governo Federal.

O secretário Clarismar Oliveira falou ainda que todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, mais que temos que preservar a qualidade de vida das pessoas em nossa volta, e que é um dever do Poder Público orientar a comunidade sobre os problemas causados pelas as queimadas urbana e rural.

“A queimada, hoje é crime previsto na lei de crimes ambientais, e a lei que disciplina as queimadas urbana e rural são claras sobre isso; e nós não queremos multar ninguém; por esse motivo o prefeito Adelar Pelegrini solicitou que eu viesse à imprensa para informar a toda a população que estamos diariamente fiscalizando e ser for o caso autuando quem de fato estiver cometendo crimes ambientais”, frisou Clarismar Oliveira.  

A Secretaria de Meio Ambiente busca sensibilizar a população que não utilize o fogo para “limpar quintais”, queimar resíduos domésticos, restos de podas de árvores e outros, as queimadas empobrece o solo e colocam a segurança de pessoas e animais em risco. Importante ressaltar também a limpeza e cuidados aos terrenos baldios, pois o dono do terreno deve evitar a poluição e a degradação do meio ambiente.

Muitos donos de terrenos urbanos aproveitam o calor e o tempo seco, para limpar seus quitais e com isso começam a surgir os primeiros focos de queimadas em vários pontos da cidade, e aumentam os problemas para a saúde das pessoas. Clarismar Oliveira informou que de acordo com a Lei municipal quem for pego comentando crime ambiental pode ser multado já que há uma ação parte do Ministério Público do Estado Pará em que expediu recomendação a órgão público estadual e do município de Tucumã, para que promovam esforços conjuntos na prevenção, repressão e mitigação dos danos causados por queimadas provocados por incêndios criminosos.

Diga não ao Fogo

O poder público de Tucumã vem cumprindo o seu papel, contudo a responsabilidade é de todos, pois se trata de interesse e bem estar coletivo. Se alguém estiver cometendo crime ambiental, colocando fogo no seu quintal, terreno ou na zona rural; é dever de qualquer cidadão do município denunciar, ligando para a prefeitura municipal, para a Secretaria de Meio Ambiente no celular (94) 9 9128 – 7024 ou para o Ministério Público na comarca do Município de Tucumã (94) 3433 - 1424