Secretaria de Saúde de Tucumã realiza neste sábado dia D de vacinação contra sarampo

Secretaria de Saúde de Tucumã realiza neste sábado dia D de vacinação contra sarampo


Envie um link

"O Governo de Tucumã, por meio da Secretaria Municipal de saúde informa sobre o dia D da campanha de vacinação contra o sarampo e reforça que todas as unidades de saúde estarão abertas para aplicação das doses. "


Notícias, publicado em 18/10/2019

A manutenção do cartão é essencial para que a cidade de Tucumã fique protegida contra doenças como o sarampo, que está crescendo em diversas cidades do país.

Roney Braga Wydiamaior/ Ascom/ PMT/ Fato Wesley Costa/ Fato Regional

 

Pensando na prevenção de diversas doenças, a Secretaria Municipal de Saúde de Tucumã  orienta a população tucumaense a comparecerem na Sespa e nas sete (07) Unidades de Saúde mais próxima de sua casa para atualizar o cartão de vacinas.

 

O Governo de Tucumã, por meio da Secretaria Municipal de saúde informa sobre o dia D da campanha de vacinação contra o sarampo e reforça que todas as unidades de saúde estarão abertas para aplicação das doses.  

 

A manutenção do cartão é essencial para que a cidade de Tucumã fique protegida contra doenças como o sarampo, que está crescendo em diversas cidades do país.

O secretário de Saúde de Tucumã, Raphael Antônio, reforça o chamado para que pais e responsáveis para que levem crianças a partir de seis meses para serem imunizadas. Raphael Antônio lembra a todos que essa é a única maneira de prevenção do sarampo.

 

“Hoje é o dia D de combate ao sarampo, eu peço a toda população que procurem as unidades de saúde, todas as nossas unidades estarão abertas, funcionando, vacinando inclusive a Sespa e muito importante agente proteger quem ama agente ama, por tanto repito que as nossas unidades estarão abertas neste sábado em todo o município para vacinar quem ainda não está imune ao sarampo”. Lembra Raphael Antônio, Secretário de Saúde de Tucumã.   

 

Sintomas - Os sintomas mais comuns do sarampo são: febre alta, tosse, coriza, conjuntivite e exantema (manchas avermelhadas na pele que aparecem primeiro no rosto e atrás da orelha e depois se espalham pelo corpo).

 

Podem ocorrer também cefaleia, indisposição e diarreia. Como não existe tratamento específico para o sarampo, é importante ficar atento ao aparecimento dos sintomas.

 

Os doentes ficam em isolamento domiciliar ou hospitalar por um período médio de sete dias a partir do aparecimento das manchas vermelhas no corpo.